sexta-feira, 5 de Outubro de 2012

COISAS BOAS QUE NOS DEIXAM FORA DO CÉU





Acredite ou não, muitas pessoas de bem queestão envolvidas em realizar coisas maravilhosas não irão para o céu. Pior queisso, muitos que se consideram cristãos e estão convencidos de que irão para océu ficarão de fora mesmo não estando eles envolvidos em pecados grosseirosou em qualquer tipo de coisa errada!

Oscristãos a respeito dos quais eu falo não usam drogas e nem álcool. Não jogam.Não se entregam à pornografia ou à perversão sexual. Não estão entre aquelesque são corruptos ou vis. Na verdade, podemos encontrar muitos deles naigreja pela manhã. E eles gastam a maior parte do seu tempo livrecom os amigos e a família, desfrutando de coisas agradáveis. São pessoas defamília, e com valores familiares.

Tendodito isto, desejo fazer uma declaração ainda mais ousada -- que poderá ofenderalguns. Contudo, eu o faço com interesse amoroso por aqueles da igreja de JesusCristo que não enxergam que estão caminhando em direcção ao desastre: alguns corremo perigo de perderem suas próprias almas, apesar de se assentarem na igreja,absolutamente convencidos que estão a caminho do céu!

Oconjunto desta idéia pode lhe parecer um paradoxo. Mas desejo provar isto pelas Escrituras. Alguns crentes ficarão de fora dos céus não devido àscoisas más que fizeram, mas porque ficaram tão preocupados em realizar coisasboas e legítimas, que negligenciaram aquelas que realmente contam: as coisaseternas.


O Zelo Pelas Coisas Boas Pôs
De Lado As Coisas De Deus!


Estaspessoas ficam tão ocupadas com cada detalhe do dia a dia, que literalmente nãotêm tempo para as coisas mais profundas da vida espiritual. Elas estão dando oseu suor para construir os seus negócios, fazer progredir as suas carreiras,sustentar suas famílias, mas o alvo de seu interesse ficou completamentedesarranjado!

ABíblia diz: "Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todasestas coisas vos serão acrescentadas" (Mat. 6:33).
Estassão palavras do próprio Cristo, e não são uma sugestão, mas um mandamento.Jesus quer dizer o que Ele diz: "Se buscarmos primeiro ao Senhor, Elevai tomar conta de todas as coisas pelas quais temos trabalhado, carreira, negócios, lar, família. Mas é importante fazer dEle a nossaprioridade.

Oapóstolo Paulo acrescenta:
"Pensainas coisas que são de cima, e não nas que são da terra. Pois morrestes, e avossa vida está oculta com Cristo em Deus" (Col. 3:2-3)
Deus nunca pediu que todos nós vendêssemos as nossas casas, terras epropriedades; nunca disse que precisamos deixar os nossos empregos e nostornarmos monges, passando a nos dedicar inteiramente à meditação e ao estudobíblico. (Sim, Jesus disse isto, mas para um homem apenas -- porque aspossessões deste homem haviam se tornado seus ídolos. Deus não diz isto paratodos.)

Amaior indignidade que qualquer cristão pode cometer contra o Senhor é deixá-Loem uma posição secundária. podemos achar quenão somos culpados de tamanha afronta contra Ele, mas como é que nós priorizamos  o nossotempo? Por exemplo, quantas vezes faltámos à igreja em benefício dos nossosnegócios? Nestas ocasiões, não foram os clientes que ficaram aguardando, foi Deus. Eles foram postos em primeiro lugar, acima dos Seus interesses!
 
A Bíblia adverte:
"Nãodeixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamosadmoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima" (Heb.10:25).
Esteé outro mandamento do Senhor. Porém, qual é a prioridade na sua vida? Quem fica á espera?: os seus negócios, ou o Senhor?
Senão guardarmos estes mandamentos, enfrentaremos conseqüências horríveis. Naverdade, eu não sabia que Jesus havia dado tantos avisos a respeito desteassunto. 

Desejo lhe mostrar três passagens em particular:

1.Atente Para O Que Jesus Diz A Respeito Dos Dias De Noé E Ló (Lucas 17:26-30).
"Assimcomo foi nos dias de Noé, será também nos dias do Filho do homem; comiam,bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,e veio o dilúvio e destruiu a todos. O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam,bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas, no dia em Ló saiu deSodoma, choveu do céu fogo e enxofre e destruiu todos. Assim será no dia em queo Filho do homem se manifestar" (Luc. 17:26-30).
Olhenovamente para esta lista que Jesus nos dá, e preste atenção ás coisas que aspessoas faziam naquele tempo. Sabemos que havia violência tal como o mundonunca havia visto, junto com imoralidade grosseira tal como sodomia ehomossexualismo. Mas Jesus não fala de nenhuma destas coisas aqui. E Ele tambémnão menciona alcoolismo ou perversões. Em vez disto, veja com cuidado o que Elediz que as pessoas estavam fazendo imediatamente antes de a condenação cairsobre eles: comendo, bebendo (porém Ele não menciona embriaguez), casando-se,noivando, comprando, vendendo, plantando, construindo. Não há nenhum pecadonesta lista. Todas estas coisas são boas, legítimas.

Emverdade, tudo que Jesus relaciona aqui é recomendado na palavra de Deus paraaqueles que desejam ser fiéis no cultivo da família e aos servos do Senhor. Ocasamento, por exemplo. Paulo diz: "...mas, se te casares, com isso nãopecas..." (I Cor. 7:28). Em outro lugar as Escrituras dizem: "Digno dehonra entre todos seja o matrimônio..." (Heb.13:4).
Alémdisto, Provérbios 31 nos diz que a esposa virtuosa "Examina umapropriedade e adquire-a; planta uma vinha com as rendas do seu trabalho"(Prov. 31:16). Desde os tempos de Josué, quando Israel se mudou para a terraprometida, Deus levou as pessoas a plantar nos campos e a construir edifíciospara a Sua glória. Não há absolutamente nada errado nestas atividades.
Porque, então, Jesus Se concentra apenas nas coisas boas e legítimas que aspessoas faziam nos dias anteriores ao julgamento? É porque Ele está tentandonos dizer algo vital:


Ele alerta-nos quanto A
nossa total desatenção À Sua Palavra
Ao Nos Tornarmos Completamente
Absorvidos Por Nossos Próprios Interesses!


Pensenisto: a Bíblia nunca fala uma palavra afirmando que Noé tenha sido zombado,maltratado ou perseguindo durante os 120 anos em que ele trabalhou com a arca.Aparentemente, seu trabalho e sua pregação nunca foram interrompidos. Deus estádizendo: "Sim, havia violência e corrupção naquele tempo. Mas a grandemaioria das pessoas estava tão ocupada em fazer coisas boas, legítimas, que nãotinham tempo para reflectir sobre os avisos de Noé. Todos estavam tãoocupados em se casar, sair para comer, em se envolver com os amigos e desfrutardo prazer, que não tinham tempo para ouvir".


A Pregação De Noé Se
Perdeu No Meio De Um
Grande Atropelo De Negócios!


Inculpa-seo estilo americano de vida. Posso escrever livros e pregar mensagens a respeitode julgamentos vindouros, porém, com exceção de um pequeno remanescente decrentes, poucos ouvem e guardam minhas palavras. As massas de cristãos não seinteressam. Por quê? É porque estão envolvidos em seus próprios planos paracasamento, filhos, lar, trabalho, carreira. Não têm tempo para ouvir mensagensa respeito da vinda do Senhor!
"Assimserá no dia em que o Filho do homem se manifestar" (Luc. 17:30). Jesusestá prevenindo: "Sucederá o mesmo com a última geração. Estarão tãoocupados, tão envolvidos com os seus próprios interesses, que deixarão de ladotodos os Meus interesses!"
Temsido assim por séculos. Muitos estão convencidos que estão destinados para océu. Porém, semana após semana, negligenciam a casa de Deus, a palavra de Deus,a oração, a adoração. No entanto, este procedimento não é pecaminoso aos seuspróprios olhos:
"Assimserá..." Quando Jesus falou de Sua volta, por que Ele não falou sobre oíndice de criminalidade? Por que não Se referiu à imoralidade de hoje? Ele nadadisse a respeito da epidemia de drogas, de nossas prisões superlotadas, dosnossos pecados quanto aos abortos. Não -- Ele disse apenas: "Assim comofoi naqueles dias, as pessoas estarão comprando, vendendo, comendo, casando-se-- preocupados com ‘coisas boas’. E elas ficarão tão ocupadas, que negligenciarãosuas próprias almas!"
"...porque, pois, diz o meu povo: ...Jamais tornaremos a ti?... ...o meu povo seesqueceu de mim por dias sem conta. ...ainda dizes: Estou inocente..."(Jerem. 2:31-31,35)
Estaspessoas podem estar fazendo coisas boas e legítimas -- porém o Senhor não é oprimeiro para elas! Ele não é o centro de suas vidas. Se Ele fosse, não Ocolocariam de lado. Elas achariam tempo para ficar com Ele!
Jeremiasrepreendeu o povo pelo "mudar leviano ...dos teus caminhos" (v. verso36). Todos estavam se mexendo, fazendo coisas boas, ocupando-se de obraslegítimas, até mesmo religiosas. Porém, estavam negligenciando a Deus. Nãotinham tempo para buscar o Senhor, não tinham tempo para se assentar aos Seuspés e aprender.
Omesmo acontece hoje em todo o corpo de Cristo.
2.Reflita Sobre O Homem Que Fez Uma Grande Festa -- Mas Cujos Convidados Todos ORejeitaram (Lucas14:16-24)
Estaparábola é importante -- porque Jesus é o homem que está dando a grande festa!A festa a respeito da qual se fala aqui é o evangelho, e a mesa preparada é acruz. E o convite de Jesus é para todos:

Empoucas palavras, o nosso Senhor nos convida a ter intimidade com Ele. Fomosexortados a chegar à Sua presença para cear com Ele, para conhecê-lo, paradesfrutar da Sua companhia. Ele diz: "Venha e encontre uma mesa preparadapara você. Tudo já está pronto. Você encontrará plena satisfação em Mim!"

Narealidade, Jesus já concluiu tudo que é necessário para nos dar totalsatisfação nesta vida. Todo o nosso desejo ardente -- tudo que tem a ver com asantidade e a piedade estão contidos nEle:
Amesa foi preparada. A ceia está pronta!
Porém,a parábola nos diz que quando chegou a hora do jantar e a mesa estava servida,ninguém apareceu. Os servos olhavam à rua, mas não chegava nem uma pessoa. Osenhor tinha a esperança de que os seus convidados iriam parar tudo parachegarem cedo com expectativa, antecipando a comunhão com grande alegria. Masninguém veio.

Eulhe pergunto: como sentir-se-ia você se preparasse uma refeição maravilhosa,convidasse pessoas que confirmassem que estariam lá, mas quando tudo estava pronto na mesa, ninguém aparecesse? Será que você não entenderia isto comosendo rejeição total, significando que seus convidados não tinham interesseem você?
Osenhor decidiu enviar um servo para lembrar aos seus convidados que já estavatudo pronto. Era o último convite: "A ceia está pronta. Por que nãovieste?" Mas, as Escrituras referem: "...todos, à uma, começaram aexcusar-se..." (Lucas 14:18).
Oprimeiro convidado se excusou porque estava preocupado com um negócioimobiliário: "...Comprei um campo e preciso ir vê-lo; rogo-te que metenhas por excusado..." (mesmo verso). Este homem provavelmente era umnegociante de terras, que havia comprado a terra sem a ver. Ou, talvez elesimplesmente queria um terreno sobre o qual construiria uma casa para a suafamília.
Ora,não é pecado especular com terras. Nem é pecado construir uma casa. Ambas ascoisas são boas, legítimas. Afinal de contas, antes de cair o julgamento sobreJudá, Elias adquiriu um pedaço de terra, devido à uma revelação que haviarecebido.
Maso ponto aqui não é a compra de terra. O ponto é o seguinte: este homem havia seconcentrado na coisa errada! Concentrou-se nos seus interesses, em seusnegócios ou nos negócios da família, e colocou de lado o convite para privarda intimidade com o senhor. Disse: "Depois eu cuido disto. Primeiro vouresolver os meus interesses". Mas, o fato é que aquela terra não iria sairde lá. Ele poderia ter ido no dia seguinte!

Osegundo convidado negociava gado. Disse ao servo: "...Comprei cincojuntas de bois e vou experimentá-las; rogo-te que me tenhas por excusado"(verso 19). Este homem talvez fosse do ramo da pecuária. Parece que ele haviavisto os dez bois antes de adquiri-los, e provavelmente estavam bem, naocasião. Mas agora, ele precisava testá-los, para confirmar se havia feito umbom negócio.
Nãoexiste pecado no que este homem fez. Testar os bois era uma coisa legítima aser feita, e até de responsabilidade. Abraão e Jó sem dúvida fizeram a mesmacoisa muitas vezes, sendo ricos em em gado. Este homem estava apenas fazendo oque a palavra de Deus recomenda a qualquer negociante sério.

Mas,outra vez, o ponto não é este. Onde estava o pecado deste homem? Ele agia comose dirigir-se ao paiol era mais importante do que se dirigir à igreja. Os boispoderiam ser testados no dia seguinte. Mas ele não queria deixá-los esperando;em vez disto, ele fez com que o senhor esperasse!
Oúltimo convidado disse; "...Casei-me e, por isso, não posso ir"(verso 20). Bem, nada poderia ser mais legítimo do que se casar. A Bíblia dizque o homem que acha uma esposa acha o bem (veja Provérbios 18:22).
Masmais uma vez, o problema não é se casar. Este homem pecou ao colocar a suafamília primeiro! O Senhor diz: "A devoção à família é boa a seu tempo, nolugar certo -- mas não quando ela toma o Meu lugar!"
Estehomem poderia ter trazido a sua esposa à festa. Esta teria sido uma boa maneirade começar o seu casamento. Ele poderia ter dito: "Meu bem, o Senhorsempre foi o primeiro na minha vida. Ninguém toma o Seu lugar. Todas as vezesque as Suas portas estiverem abertas para mim, sempre irei ter intimidade comEle. Os interesses dEle têm prioridade na minha vida. Agora, eu desejo que osmeus valores sejam os seus valores. Então, tornemos os Seus interesses umaprioridade nossa".

Qualfoi o pecado dos três homens nesta parábola? Foi que a terra, os bois e osinteresses da família todos colocaram de lado o convite para gozar daintimidade e da comunhão com o senhor. Não me entenda mal: todas as coisas queeles estavam fazendo eram boas e legítimas. Mas elas se tornaram pecaminosas imperdoáveis -- ao roubarem destes senhores o seu tempo e a sua reverência pelosenhor!
Agora,desejo fazer outra declaração importante:


Não seremos Verdadeiramente
Apaixonados enquanto Não
protegermos  o nosso Tempo Junto A Ele!


Énecessário que cheguemos à conclusão que tudo aquilo que substitui Cristo na nossa vida é um intruso e rouba-nos o tempo com Cristo. Isto podefacilmente se tornar um hábito. E acabamos como Jeremias disse;negligenciando-O "...por dias sem conta" (veja Jeremias 2:31-32).
Oque sucede quando um senhor é negligenciado? Ele se torna zangado! O senhornesta parábola disse:
"porquevos declaro que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minhaceia" (Lucas 14: 24).
Emoutras palavras: "Tudo bem, cavalheiros: vocês me mostraram que estãotodos muito ocupados para mim. Vocês colocaram o vosso trabalho, a vossafamília, as vossas terras, e o vosso gado antes de mim. Vocês não desejam cear comigoe me conhecerem. Então eu lhes digo: vocês nunca me conhecerão. Vocês jamaisentrarão pelos meus portões!"
Igualmente,muitos irão a Jesus dizendo: "Senhor, realizamos obras poderosas em Seunome. Nós expulsamos demônios e curamos os enfermos, tudo para a Suaglória". Mas Ele responderá: "Todas estas coisas são boas: mas nuncalhe conheci! estavas muito ocupado para ser íntimo comigo. Nuncacolocas-te tudo de lado e te assentas-te na minha presença. Agora todas as suas boasobras mostraram terem sido em vão. Aparte-se de Mim, estranho!" 

FIM 

DEIXE UM COMENTÁRIO 

PARA TERES ESTE SERMÃO EM POWERPOINT BASTA DEIXARES UM COMENTÁRIO COM O TEU MAIL

4 comentários:

  1. carlosdiretran@hotmail.com24 de Março de 2013 às 20:13

    Perfeito, mas muinto longo.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo comentário, sei que está longo, mas prefiro escrever tudo e depois ser o leitor a cortar se o quiser utilizar em alguma paletra

    ResponderEliminar
  3. Assunto muito interessante. Serve para refletirmos sobre nosso tempo em relação ao Senhor

    ResponderEliminar
  4. Assunto muito interessante. Serve para nos refletirmos sobre o nosso tempo com o Senho e sobre as nossas prioridades referentes as coisas boas e necesserias em relação as coisas essenciais....e-mail: gilson.assessoria@ig.com.br

    ResponderEliminar